Estudos sobre a dor crônica

junho 30, 2020

Infecção urinária em Idosos.

julho 24, 2020
 

Acupuntura para melhora de sintomas de resfriado comum.

Os resfriados são geralmente causados por vírus, tendo como principal agente o rinovírus. Os resfriados não tem cura com medicação, apenas usamos remédios para aliviar os sintomas até que nosso próprio corpo possa combater o vírus usando nosso próprio sistema imunológico.

As principais medicações usadas pelos médicos são antialérgicos, remédios para dor e soluções salinas para lavagem nasal. Quando pensamos em idosos, os antialérgicos podem ter efeitos colaterais como sonolência e aumento do risco de quedas.

Por esse motivo, sempre procuro oferecer opções não medicamentosas aos pacientes com resfriado, uma delas é a acupuntura. Pesquisando sobre a melhora de sintomas de resfriado comum usando a acupuntura, encontrei um trabalho realizado no Japão que dividiu 326 pessoas com resfriado em dois grupos, um deles recebeu acupuntura, e outro não recebeu.

Os tratamentos de acupuntura foram realizados quatro vezes durante o período experimental de duas semanas com um período de acompanhamento de duas semanas. Um diário de sintomas de resfriado comum foi pontuado diariamente por 4 semanas pelos pacientes e um questionário de resfriado comum foi pontuado antes de cada tratamento com acupuntura e duas vezes em intervalos semanais. Um teste de confiabilidade para o questionário foi realizado no último dia de estudo.

Os resultados mostraram que menos sintomas foram relatados no questionário pelo grupo de acupuntura do que pelo grupo controle (sem tratamento), com significância estatística.
Nenhum evento adverso grave foi relatado no estudo.

Portanto, vamos pensar mais em soluções não medicamentosas para o resfriado comum, principalmente em idosos, população que tem maior risco de efeitos colaterais com os medicamentos.

Kawakita K, Shichidou T, Inoue E, et al. Preventive and curative effects of acupuncture on the common cold: a multicentre randomized controlled trial in Japan. Complement Ther Med. 2004;12(4):181-188. doi:10.1016/j.ctim.2004.10.004